Notícias

Paciente não consegue remédio há quase 4 meses, e governo diz não ter dinheiro para comprar

Por Redação, 13/05/2017 às 13:55

Texto:

Há quase quatro meses o analista de sistemas Odirley Cunha não recebe da Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais (SES/MG) o remédio para tratar de uma retoculite ulcerativa, doença inflamatória no intestino e no reto, descoberta por ele em 2014.

“Não dão uma satisfação de quando vai ter e, como é um remédio de uso contínuo, eu tenho que comprar essa caixa mensalmente. Já gastei aproximadamente R$ 900 com esse remédio. Eu tiro de dentro de casa para poder comprar”, conta. Para conseguir manter as despesas, o analista de sistema tem tomado o remédio irregularmente.

Toda semana Odirley procura a Farmácia de Minas, vinculada ao governo estadual, mas a resposta tem sido a mesma. “Simplesmente falam que não tem.” Ao ligar para o canal de atendimento da secretaria, a situação não muda. “Sempre falam a mesma coisa: o seu remédio está em falta, continue ligando semanalmente”, diz.

Em nota, a SES/MG confirmou que o remédio está em falta devido à escassez de recursos, consequência da crise financeira, e que não há prazo para que o medicamento seja disponibilizado.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link